Planeta Amazônia - Portal de notícias

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Governo forma professores indígenas e resgata a língua materna

 

Entre as conquistas educacionais brasileiras dos anos 2000, a formação de 371 professores indígenas e o acesso à universidade põem o estado de Rondônia à frente dos objetivos educacionais para a região amazônica ocidental. Atualmente formando a terceira turma, o Projeto Açaí transmite diferentes dialetos do tronco linguístico tupi para novas gerações de 54 etnias, em 52 municípios.

“O governo está presente e impulsiona a educação indígena de Extrema [quase na divisa com o Acre] a Vilhena [divisa com Mato Grosso] e aos confins de Guajará-Mirim [fronteira Brasil-Bolívia]”, afirmou hoje (20) o coordenador Estadual de Educação Indígena, professor Flávio Luiz Gonçalves.
O Projeto Açaí formou 115 professores na primeira turma, 136 na segunda e 120 estudam na terceira turma em escolas estaduais indígenas do ensino médio e fundamental. Em 110 escolas estão matriculados 3,4 mil alunos com idade média de 22 anos. Eles aprendem com 342 professores indígenas e brancos. A próxima avaliação da experiências e troca de conhecimentos está prevista para o início do segundo semestre, possivelmente em Ji-Paraná, a 367 quilômetros de Porto Velho.
Indígenas da Amazônia falam cerca de 180 línguas, excluindo aqueles muito isolados. O português teve traços do tupi-guarani. Mandioca, beiju, paçoca, milho, pirão e canoa, por exemplo, são termos que marcam a cultura brasileira desde a chamada colonização.
O governador Confúcio Moura já visitou terras arara, gavião e amondowa, e prevê para o segundo semestre deste ano a inauguração de mais 20 escolas, algumas em Guajará-Mirim, Extrema, Jaru e Nova Mamoré, construídas com recursos da compensação ambiental paga pela Usina Hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira. Outras escolas são financiadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e pelo Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica (Pidise).
Na visão do coordenador, ações governamentais contribuem diretamente para a formação do futuro Conselho Estadual de Educação Escolar Indígena, porém, antes de sua concepção será necessário um fórum para debater políticas do setor com entidades representativas. Duas se destacam: a Organização dos Professores Indígenas de Rondônia (Opiron) e a Organização dos Povos Indígenas de Rondônia (Opir).
Leia mais...
 

SECRETARIA DE CULTURA E TURISMO DO MUNICÍPIO DE COARI/AM DIVULGA CRONOGRAMA DE EVENTOS DE 2015

O Secretário de Cultura e Turismo do Município de Coari-AM, Sr Archipo Góes, apresentou um planejamento de novos eventos para o Município de Coari. Segundo o Sr Archipo, a missão da Secretaria é promover e executar a Política Cultural do Munícipio, promovendo ações para mobilizar o apoio técnico necessário à produção cultural, fomentando e promovendo a Arte Coariense, fundamentada nas raízes da cultura do Município. Ainda, executar a Política de Preservação e Conservação da memória do patrimônio histórico, arqueológico, paisagístico, artístico, documental e cultural de Coari.

Leia mais...
 

TROCAS DE PREFEITOS PREJUDICA A POPULAÇÃO DE COARI/AM

O Município de Coari passa por grande instabilidade política devido às constantes trocas de prefeitos, as quais dificultam o desenvolvimento de uma gestão pública de qualidade. Do início do ano até o presente momento, o município já teve cinco Prefeitos.

A história da alternância começou logo após a condenação do Ex-Prefeito Adail Pinheiro, pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM), por ter sido acusado de chefiar uma rede de exploração sexual de menores em 2014. Assumiu o seu Vice-Prefeito Igson Monteiro, o qual renunciou ao cargo em 09 de fevereiro de 2015. Depois, assumiu o Presidente da Câmara Legislativa Iliseu Monteiro, que teve seu cargo cassado, após o TJ/AM ter anulado a eleição da Câmara que o elegeu. Em seguida, o Vereador mais velho, o Sr. Carlos Batista, conhecido como “Merelo”, assumiu temporariamente até um grupo de oito vereadores pedirem à Justiça a realização de uma nova eleição na Câmara. No dia 18 de março de 2015, o Sr. Iranilson Medeiros foi eleito Presidente da Câmara dos Vereadores e passou a responder interinamente pelo cargo de Prefeito de Coari. Enfim, uma decisão judicial do TJ/AM resolveu que o Sr. Raimundo Magalhães, 2º colocado nas eleições municipais de 2012, fazia jus ao cargo de Prefeito, o qual passou a cumprir suas funções a contar de 16 de abril de 2015. Esse foi o resumo das constantes mudanças na gestão do município.

Leia mais...
 

Postos de saúde começam na segunda-feira campanha de vacinação contra gripe

A Campanha de Vacinação contra a Gripe começa segunda-feira (4) e vai até 22 de maio em todo o país. Serão disponibilizados 54 milhões de doses para a imunização de 49,7 milhões de pessoas. A meta do governo é vacinar 80% do público-alvo, totalizando 39,7 milhões de pessoas.

Devem ser vacinadas crianças com mais de 6 meses e menos de 5 anos de idade, idosos, trabalhadores em saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas – mulheres até 45 dias após o parto –, presos e funcionários do sistema prisional. É importante levar aos postos de saúde o cartão de vacinação e um documento de identificação.

Também serão imunizadas pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com condições clínicas especiais. Neste caso é preciso levar, também, uma prescrição médica especificando o motivo da indicação da dose.

Pacientes que participam de programas de controle de doenças crônicas no Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos em que estão cadastrados para receber a dose, sem necessidade da prescrição médica.

Foram mobilizados 240 mil profissionais que atuarão em 65 mil postos de vacinação, além de 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas após a vacinação para criar os anticorpos que geram a proteção contra a gripe, a orientação é realizar a imunização no período de campanha para garantir a proteção antes do início do inverno.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, destacou que, apesar da definição de grupos, a estratégia da campanha consiste em uma espécie de proteção coletiva, pois a imunização dessas pessoas faz com que a circulação do vírus seja atenuada.

"É um segmento da população brasileira mais vulnerável. Nosso objetivo é evitar complicações e reduzir ao máximo as internações e os óbitos", explicou Chioro.

O dia 9 de maio, um sábado, será o Dia D de mobilização nacional. Os postos ficarão abertos para facilitar o acesso dos que não conseguem se dirigir às unidades em dias de semana.

Leia mais...
 

MEC prorroga prazo para renovação dos contratos do Fies até 29 de maio

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou para 29 de maio o prazo para os aditamentos do primeiro semestre de 2015 do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O prazo para as renovações terminaria no dia 30 de abril. Para a adesão de novos contratos, no entanto, o prazo foi mantido no dia 30. Segundo a pasta, o MEC tomou essa decisão, em conjunto com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), "para dar mais segurança e tranquilidade aos estudantes que ainda buscam aditar seus contratos no sistema”.

Segundo nota divulgada pelo MEC, uma portaria com a mudança de prazo para a renovação dos contratos será publicada nesta sexta-feira (24), no Diário Oficial da União, assinada pelo presidente do FNDE, Antonio Idilvan de Lima Alencar.

Os aditamentos devem ser feitos por meio do Sistema Informatizado do Fies (SisFies).

De acordo com o último balanço divugado pelo MEC, foram firmados 242 mil novoc contratos. Quanto às renovações, dos 1,9 milhão de contratos, 1,6 milhão foram aditados. Falta ainda renovar 296 mil contratos.

Leia mais...
 

Projeto que muda regras de correção do FGTS é apresentado na Câmara

Projeto de lei que muda as regras de correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi protocolado hoje (5) na Câmara dos Deputados. A proposta deverá ter uma tramitação rápida devido à importância do assunto, segundo o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O projeto foi apresentado pelo presidente do SD, deputado Paulo Pereira da Silva (SP), e pelos líderes do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), e do DEM, Mendonça Filho (PE).

De acordo com o projeto, os depósitos do FGTS feitos a partir de 1º de janeiro de 2016 deverão ser remunerados com as mesmas taxas da caderneta de poupança, ou seja, a Taxa Referencial (TR) mais 0,5% ao mês. "Atualmente, há uma injustiça que precisa ser corrigida. Essa poupança não atinge seu objetivo se não tem uma correção pela inflação", disse Cunha. Em relação aos depósitos já existentes, a correção continuará obedecendo às regras atuais, ou seja, 3% ao ano mais a TR.

O presidente da Câmara, que acompanhou a apresentação do projeto, disse que o requerimento para votação da proposta em regime de urgência deverá ser apreciado esta semana pelo plenário para que, na semana que vem, com a pauta destrancada, possa ser aprovado o mérito do projeto a fim de que seja encaminhado para análise do Senado.

Leia mais...
 

Tefé decreta estado de Emergência, no Amazonas

Município, com pouco mais de 61 mil habitantes, já registra 13.088 pessoas afetada; pelo menos 92 comunidades estão alagadas

Foto: Divulgação/Defesa Civil

MANAUS - O município de Tefé (575  quilômetros) decretou Situação de Emergência do município de Tefé nesta terça-feira ( 28). A validação se deu após análise técnica documental pela Defesa Civil do Amazonas. O município é o primeiro da calha do Médio Solimões que solicita apoio do Governo do Estado para administrar a anormalidade. Outras três cidades da região permanecem em Alerta por conta da enchente.

Tefé, com pouco mais de 61 mil habitantes, já registra 13.088 pessoas afetadas. Pelo menos 92 comunidades estão alagadas. Por conta disso, as cidades em anormalidade na calha do Médio Solimões, já fazem parte do cronograma de ações da Defesa Civil do Estado e será a próxima atendida com apoio técnico de agentes do órgão e o envio de ajuda humanitária às famílias prejudicadas.  

Outros Três municípios do Médio Solimões, integram a lista de Alerta (Fonte Boa, Uarini e Alvarães). Com o decreto de Tefé, sobe para 19 o número de cidades em Situação de Emergência no Estado. Boca do Acre, no Purus, permanece em Estado de Calamidade Pública.

Leia mais...
 


Página 1 de 132

Visitas ao Site

contador de acesso

Entre nessa rede

Notícias G1

Loading feeds...

Classes in Delhi NCR

Preservar...

Clima Tempo

Galeria

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Login


2010 planetamazonia.com.br. Todos os direitos reservados. Política de privacidade.