Planeta Amazônia - Portal de notícias

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

População brasileira supera os 204 milhões

O estado de São Paulo é o mais populoso, com 44,4 milhões de habitantesAgencia Brasil/arquivo

A população brasileira superou a marca dos 204 milhões de habitantes neste ano. Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgadas hoje (28) no Diário Oficial da União, o país tinha, em 1° de julho deste ano, 204.450.649 habitantes. No ano passado, a população estimada era 202.768.562.

O IBGE também divulgou as populações estimadas das 27 unidades da Federação e dos municípios brasileiros. O estado mais populoso do país, São Paulo, tem 44,4 milhões de pessoas. Mais cinco estados têm populações que superam os 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,87 milhões), Rio de Janeiro (16,55 milhões), Bahia (15,2 milhões), Rio Grande do Sul (11,25 milhões) e Paraná (11,16 milhões).

Três estados têm populações menores do que 1 milhão: Roraima (505,7 mil), Amapá (766,7 mil) e Acre (803,5 mil).

Leia mais...
 

Exigências emperram obras em trechos da BR-319, entre Manaus e Porto Velho

Ibama e Funai solicitaram ao Dnit um levantamento sobre a existência de comunidades indígenas entre os rios Madeira e Purus

MANAUS - Uma nova exigência apresentada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pela Fundação Nacional do Índio (Funai) atrasa os trabalhos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit-AM) relacionados à conclusão e a entrega do Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima), que permite a pavimentação de 405 quilômetros da extensão da BR-319 (Manaus-Porto Velho). Os órgãos solicitaram ao Dnit um levantamento sobre a possível existência de comunidades indígenas no raio de 40 quilômetros entre os rios Madeira e Purus, localizados entre os quilômetros 250 e 655 da rodovia.

Leia mais...
 

Prazo para solicitar isenção das taxas do vestibular da UEA começa hoje

Estão aptos a realizar o pedido candidatos com renda mensal igual ou inferior a 3 salários mínimos

Manaus - A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) inicia, hoje,  o período para solicitação de isenção dos pagamentos das taxas de inscrição do Vestibular 2015, acesso 2016 e Sistema de Ingresso Seriado (SIS). Estão aptos a realizar o pedido os candidatos que comprovem renda mensal igual ou inferior a três salários mínimos, trabalhadores autônomos e dependentes econômicos ou aqueles que estejam desempregados.

As inscrições para as provas do vestibular e SIS serão realizadas, exclusivamente, no portal da UEA (www.uea.edu.br) no período de 1º a 30 de setembro. A taxa de inscrição do Vestibular será de R$ 50. A taxa de inscrição do SIS será de R$ 40.

O objetivo do processo de isenção é de oferecer condições de participação nesse processo seletivo, aos candidatos que não disponham do recurso financeiro para pagar a taxa de inscrição e que atendam integralmente os critérios definidos no regulamento.

O candidato que desejar o benefício de isenção de pagamento da taxa de inscrição deverá observar o disposto no Anexo 1 do edital. O período de solicitação e entrega de documentos para isenção de pagamentos das taxas de inscrição será de 17 a 21 de agosto.

A divulgação da lista de candidatos beneficiados com a isenção da taxa de inscrição será divulgada no dia 1º de setembro. Os documentos deverão ser entregues nos prazos estabelecidos, no protocolo da reitoria da UEA, localizada na Avenida Djalma Batista, bairro Flores em Manaus e nos Centros e Núcleos da UEA no interior, de 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30.

última atualização em Seg, 17 de Agosto de 2015 11:49 Leia mais...
 

Geólogos descobrem túnel de animais extintos na região amazônica

Pesquisadores descobrem primeira toca de preguiças gigantes da região amazônica Serviço Geológico Brasileiro

 

A primeira toca de preguiças gigantes da região amazônica, extintas há milhares de anos na América do Sul, foi descoberta no último mês por pesquisadores do Serviço Geológico do Brasil. A caverna já era conhecida por moradores da região de Ponta do Abunã, em Rondônia, mas não havia sido classificada de paleotoca, ou seja, cavada por animais extintos.

De acordo com o geólogo Amilcar Adamy, responsável pela descoberta, a paleotoca existe há pelo menos 10 mil anos e tem no mínimo 100 metros de extensão. A toca tem marcas de garra que indicam que foi escavada por espécies de grande porte. “Não temos na fauna atual da região nenhum animal capaz desse tipo de escavação”, explica.

A primeira visita dos geólogos ao local foi em 2010. Segundo Adamy, desde o primeiro momento a estrutura da toca despertou o interesse dos pesquisadores pelo formato circular e semicircular de grandes dimensões, pelos numerosos túneis interligados e por conter uma extensão indefinida, mas faltavam informações para classificar a caverna. “É possível ficar em pé lá dentro e circular livremente, somente em algumas partes é preciso se abaixar para passar”, destaca.

Após contato com pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade Estadual Paulista, responsáveis pelas descobertas de dezenas de paleotocas nas regiões Sul e Sudeste, a equipe técnica do Serviço Geológico voltou a campo em meados de julho para analisar o local. “Com esse subsídio, pudemos fazer a constatação de que a caverna não era resultante de processos naturais ou da ação do homem”, disse Adamy.

Leia mais...
 

Ministério da Educação abre chamadas para projetos de pesquisa sobre história do Brasil República

Com o intuito de resgatar e registrar as memórias brasileiras, o Ministério da Educação (MEC), em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), lançou, nesta quarta-feira, os editais de chamada pública para a pesquisa e elaboração das obras “Memórias Brasileiras – Biografias” e “Memórias Brasileiras – Conflitos Sociais”.

Podem apresentar propostas os pesquisadores de instituições de educação superior e institutos de pesquisas brasileiros, públicos e privados, que tenham programas de pós-graduação stricto sensu recomendados pela Capes. As inscrições para as duas chamadas estão abertas até o dia 28 de outubro de 2015. O resultado final será divulgado no mês de janeiro de 2016.

Sobre o projeto

A primeira chamada pública, para a obra “Memórias Brasileiras – Biografias”, tem como objetivo promover e fomentar a realização de pesquisas científicas que resultem em biografias, individuais ou coletivas, ou trajetórias de vida de pessoas ou grupos significativos para a compreensão da história do Brasil no período republicano, compreendido de 1889 até os dias atuais. Não serão aceitas propostas de biografias individuais de pessoas vivas. Serão contempladas todas as áreas do conhecimento.

As propostas devem ser apresentadas em duas modalidades: projetos de até R$ 100 mil, na faixa 1; e projetos de até R$ 200 mil, na faixa 2. Estão previstas, para as duas faixas, bolsas nas modalidades de iniciação científica, mestrado e pós-doutorado, além de recursos de custeio e capital para aquisição de material bibliográfico.

Leia mais...
 

Pesquisadores da USP desenvolvem técnica para tratamento do ronco

Pesquisadores do Laboratório do Sono, do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, desenvolveram uma técnica para reduzir a frequência e a altura do ronco até que ele se torne imperceptível em alguns casos. A aplicação também ajuda no tratamento da apneia do sono de grau leve e moderado, porque resulta na diminuição do número de engasgos à noite. 

A técnica consiste em uma série de seis exercícios para fortalecer os músculos envolvidos na produção do ronco e na apneia do sono obstrutiva. Os exercícios devem ser feitos três vezes ao dia por oito minutos e incorporados às atividades corriqueiras do indivíduo. A fonoaudióloga Vanessa Ieto explicou que os exercícios ajudam a melhorar a flacidez na musculatura da língua, fim do céu da boca e a úvula (conhecida como campainha). O estudo foi publicado na revista acadêmica Chest.

“Todos os pacientes que participaram da pesquisa fizeram seis exercícios durante três meses, mas para ser eficaz é preciso ter o diagnóstico correto, a avaliação de fonoaudiólogo especializado, orientação do profissional e o acompanhamento durante os exercícios para não fazer nenhum movimento errado e não surtir efeito”. O diretor do Laboratório do Sono do Incor, Geraldo Lorenzi Filho, destacou que o ronco é muito mais comum do que se pensa e é causado por uma vibração da musculatura da garganta quando o ar passa. Ele ocorre quando dormimos, relaxamos a musculatura e a passagem para o ar na faringe é muito estreita. “O ronco pode parecer uma coisa boba, mas incomoda muito e ficar roncando todas as noites pode deixar a musculatura mais flácida e, no futuro, causar apneia”.

Leia mais...
 

EXPEDIÇÃO YANOMAMI - FAB vai transportar médicos, índios Yanomami e material de apoio

Dois aviões e um helicóptero serão empregados para atender 35 aldeias na fronteira do Brasil com Venezuela

Médicos voluntários da organização “Expedicionários da Saúde” vão percorrer mais de 3,4 mil km para levar atendimento a indíos que vivem na fronteira do Brasil com a Venezuela. O trajeto entre Campinas (SP) e São Gabriel da Cachoeira (AM) será realizado em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) na próxima sexta-feira (31/07). Só depois de praticamente atravessar o Brasil e pousar no meio da Amazônia iniciará, no sábado (01/08), a Expedição Yanomami, 33ª edição realizada pela instituição qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OCISP), que está sediada no município paulista.
Os profissionais vão levar apoio especializado aos índios da etnia Yanomami que vivem na região dos municípios de Santa Izabel do Rio Negro e São da Gabriel da Cachoeira, chamada de comunidade indígena de Maturacá (AM), distante cerca de 800 km da capital Manaus, na fronteira com a Venezuela. A expectativa é realizar cerca de 1.500 atendimentos e 200 cirurgias em pacientes de 35 aldeias entre os dias 1º e 7 de agosto.

A FAB vai participar da missão com o transporte de médicos, índios e material. Serão empregados os aviões C-105 Amazonas do Esquadrão Arara (1º/9º GAV), sediado em Manaus (AM); o C-99 do Esquadrão Condor (1º/2º GT), sediado no Rio de Janeiro (RJ); e o helicóptero H-60 Black Hawk do Esquadrão Harpia (7º/8º GAV), sediado em Manaus (AM). Estão envolvidos ainda outros 40 militares da Aeronáutica em ações de coordenação, planejamento e apoio.

Leia mais...
 


Página 1 de 136

Visitas ao Site

contador de acesso

Entre nessa rede

Notícias G1

Loading feeds...

Classes in Delhi NCR

Preservar...

Clima Tempo

Galeria

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Login


2010 planetamazonia.com.br. Todos os direitos reservados. Política de privacidade.